terça-feira, 12 de outubro de 2010

Quero ser feliz agora



SAMSUNG DIGITAL CAMERA

A pessoa trabalha a vida toda.Faz horas extras,mal vê a família para com 50 anos comprar uma casa e um carro.Me desculpem,mas isso não é legal.Pelo menos para mim não serve.

É como se a pessoa se fudesse a vida toda para poder ser feliz só quando esta velho.Porque não ser feliz agora mesmo?Eu até entendo que o conceito de felicidade é diferente entre uma pessoa e outra.Então vou falar do meu conceito de felicidade e aproveitar para criticar o conceito dos outros ok?Fica bravo não,vem aqui que eu faço um carinho.Cute cute.

O negócio é o seguinte.Eu quero ser feliz agora,todo dia,o tempo todo se possível.Não é possível,eu sei,mas eu vou tentar sempre.Não consigo conceber meu mundo se não puder tomar uma Eisenbahn Dunkel com os amigos de veze em quando.No meu mundo não se economiza para comprar um carro melhor ou um terreno na praia.Eu quero um carro melhor e um terreno na praia.Mas eu quero muito mais tomar aquela Eisenbahn ali de cima com os amigos.

O que me faz feliz de verdade não é ter coisas novas,não é comprar um monte de coisas que mal vou usar.O que me faz feliz é tomar a minha Eisenbahn,beijar mulheres bonitas e legais,conhecer gente interessante,ouvir música boa,ter uma vida sexual decente e por aí vai.

Eu sei que isso poderá me trazer consequências futuras,não sou burro.Mas se eu tenho que escolher entre ser um jovem fudido ou um velho fudido vou escolher a segunda opção.Já vou estar perto da morte mesmo,foda-se.

Quero tudo,ao mesmo tempo,agora.

15 comentários:

  1. O que eu concordo contigo. Não vou passar a minha vida toda a trabalhar que nem um cão para quando for velha. Agora é que eu preciso de me divertir!

    ResponderExcluir
  2. Apoiado! Chicuta pra presidente. Já! ;)

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Sabe, Chicuta que eu acho que eu tou numa fase que eu sei que não dá para ser tranquilo e alegre o tempo todo, mas que na verdade seja para criar algo positivo mesmo dos meus sentimentos negativos. Uma tentativa de rir dá minha tristeza e tirar proveito da minha revolta para construir algo.

    ResponderExcluir
  5. Bem nessa! No meu livro tem um texto que fala exatamente isso com outras palavras. Não lembro o nome do texto... aquele do formol.
    A música "Pedro" do Raul também fala sobre isso. Raul Seixas fez pro pai dele: "vai pro seu trabalho todo dia, sem saber se é bom ou se é ruim..." E por aí, vai. Procura aí champs!

    ResponderExcluir
  6. tá aí...

    Muitas vezes, Pedro, você fala
    Sempre a se queixar da solidão
    Quem te fez com ferro, fez com fogo, Pedro
    É pena que você não sabe não

    Vai pro seu trabalho todo dia
    Sem saber se é bom ou se é ruim
    Quando quer chorar vai ao banheiro
    Pedro as coisas não são bem assim

    Toda vez que eu sinto o paraíso
    Ou me queimo torto no inferno
    Eu penso em você meu pobre amigo
    Que só usa sempre o mesmo terno

    Pedro, onde você vai eu também vou
    Mas tudo acaba onde começou

    Tente me ensinar das tuas coisas
    Que a vida é séria, e a guerra é dura
    Mas se não puder, cale essa boca, Pedro
    E deixa eu viver minha loucura

    Lembro, Pedro, aqueles velhos dias
    Quando os dois pensavam sobre o mundo
    Hoje eu te chamo de careta, Pedro
    E você me chama vagabundo

    Todos os caminhos são iguais
    O que leva à glória ou à perdição
    Há tantos caminhos tantas portas
    Mas somente um tem coração

    E eu não tenho nada a te dizer
    Mas não me critique como eu sou
    Cada um de nós é um universo, Pedro
    Onde você vai eu também vou

    ResponderExcluir
  7. Essa letra do Raul é perfeita Juliana.E eu fico muito feliz em ser quase o extremo oposto dela.

    ResponderExcluir
  8. Felicidade não existe, Chicuta, o que existem são momentos felizes... "tristeza não tem fim, felicidade, sim"... Vinicius sabia muito das coisas!!! e eu concordo contigo sobre ter q trabalhar a vida td pra conseguir as coisas. TPM: trabalhar para morrer. Não faz sentido só poder aproveitar na velhice... Eu tbém tenho essa ânsia pelo agora... de querer as coisas pra ontem, por medo que não dê pra aproveitar tudo e viver toda a vida que há pra viver, pq qd vê já foi. Às vezes este imediatismo fode a gente, essa sede de viver e não pensar no amanhã. Mas o amanhã pode nem chegar... 1 dia de cada vez, como se fosse o último!!! bjssss

    ResponderExcluir
  9. Eu até poderia fazer um tratado-pseudo-cricumense-intelectual só para provar que sou fodona. hahahaha Citar cantores ou filósofos (quem sabe Epicuro???)

    Mas eu to me matando de rir até agora com o vídeo do carinho na perereca! RIARIARIARIARIARIARIARIA

    ResponderExcluir
  10. Eu, exagerada, quero tudo ao mesmo tempo agora. E depois também. E se não tiver, vou continuar querendo.

    ResponderExcluir
  11. Tudoaomesmotempoagora...isso já foi meu perfil de Orkut!
    te entendo. Só não precisa aproveitar a vida a ponto de ser negligente (meu lado careta falando, alá)

    ResponderExcluir
  12. E tem um aqui que com 23 já tinha o seu carrinho, quer dizer, fusca... e vendeu pra casar. BUÁÁÁÁÁÁÁÁÁ!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  13. Lembrei já de:

    Você que só ganha pra juntar
    O que é que há, diz pra mim, o que é que há?
    Você vai ver um dia
    Em que fria você vai entrar
    Pois é, amigo, como se dizia antigamente, o buraco é mais embaixo...
    E você com todo o seu baú, vai ficar por lá na mais total solidão, pensando à beça que não levou nada do que juntou: só seu terno de cerimônia.
    Que fossa, hein, meu chapa, que fossa...
    Você que não pára pra pensar
    Que o tempo é curto e não pára de passar
    Você vai ver um dia, que remorso! Como é bom parar
    Ver um sol se pôr
    Ou ver um sol raiar
    E desligar, e desligar
    Mas você, que esperança... Bolsa, títulos, capital de giro, public relations (e tome gravata!), protocolos, comendas, caviar, champanhe (e tome gravata!), o amor sem paixão, o corpo sem alma, o pensamento sem espírito(e tome gravata!) e lá um belo dia, o enfarte; ou, pior ainda, o psiquiatra
    Você que só faz usufruir
    E tem mulher pra usar ou pra exibir
    Você vai ver um dia
    Em que toca você foi bulir!
    A mulher foi feitaPro amor e pro perdão
    Cai nessa não, cai nessa não
    Você, por exemplo, está aí com a boneca do seu lado, linda e chiquérrima, crente que é o amo e senhor do material.
    É, amigo, mas ela anda longe, perdida num mundo lírico e confuso, cheio de canções, aventura e magia.
    E você nem sequer toca a sua alma. É, as mulheres são muito estranhas, muito estranhas
    Você que não gosta de gostar
    Pra não sofrer, não sorrir e não chorar
    Você vai ver um dia
    Em que fria você vai entrar!

    (Testamento, de Vinícius e Toquinho)

    ResponderExcluir
  14. Concordo plenamente contigo. Também não vou me matar trabalhando para quando tiver 50 anos conseguir uma casa na praia, poder sair com a minha esposa, viajar. Quero isso e muito mais agora, hoje. Acho, assim como tu, muito melhor tomar uma Eisenbahn com os amigos do que ficar trabalhando e guardando dinheiro pra QUEM SABE conseguir algo no futuro. E é só querer que se consegue as coisas AQUIEAGORA.

    Abraço

    ResponderExcluir

Fala que eu te escuto.