sexta-feira, 13 de maio de 2011

Das alegrias inesperadas.

alegriaNão sou daqueles que vivem procurando sentido para as coisas.Principalmente para a vida.Quem pensa demais na vida acaba esquecendo de viver.Mas se a vida tem algum sentido além da reprodução tenho aqui para mim que é ser feliz.Não consigo conceber um mundo em que as pessoas não procurem ser felizes.As pequenas alegrias do cotidiano.

 

 

E dentre essas alegrias as que mais gosto são as alegrias inesperadas.Achar dinheiro no bolso de uma calça esquecida no cabide há tempos.Pegar o Bus nas últimas,aquele sorrisão de vitória no rosto.Um carinho inesperado de quem você não se esperava,um presente sem data especial…

 

 

Estou escrevendo isso porque hoje tive uma dessas alegrias inesperadas que salvou minha sexta a noite.Depois de quase dois anos o relógio da empresa onde trabalho atrasou uma hora.E eu não percebi.Levantei a cabeça,vi todo mundo saindo e não entendi nada.Vale lembrar que esse relógio é meu inimigo íntimo,até já escrevi sobre ele.

 

 

Já estava na hora de ir embora e eu achando que teria que trabalhar mais uma hora.Em uma sexta feira!!!

 

 

Eu sei que é bobo,mas estou exultante até agora.Mais de uma hora com um sorriso de rosto inteiro na cara.Deem licença viu gente,mas nesse momento sou a pessoa mais feliz do mundo.

7 comentários:

  1. Pois é baby... Faz tempo que não sinto essa "alegri" inesperada. Uma das poucas que senti, foi rir contigo do bugiu e o neguinhos tudo bebinho! hehehehe

    ResponderExcluir
  2. Ainda mais em uma sexta-feira!
    FUCK YEAH merecido ;D

    ResponderExcluir
  3. Sei não, esse defeito logo na sexta-feita... Confessa que você teve alguma coisa a ver com esse defeito do relógio! kkk!

    ResponderExcluir
  4. hahaha, pois eh. Que defeito estranho e providencial para uma sexta-feira.

    ResponderExcluir
  5. Também adoro essas coisinhas felizes. A vida é feita desses instantes. Quem espera ser feliz o tempo todo está destinado à tristeza. E quando vc acorda pensando que tem que levantar cedo e lembra que é final de semana?! É felicidade plena que não acaba mais, naquele momento. Gostei do blog. Já vou começar a ler os posts antigos. Abraços

    ResponderExcluir

Fala que eu te escuto.