quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Ana Carol

de_maos_dadas1 Lendo o blog 1/4 cheio me lembrei de uma história que aconteceu quando eu tinha uns 7 anos e nunca mais esqueci.Morava em São Paulo e vinha todos os anos passar férias em Criciúma.Esperava o bus com meus pais na volta da praia e tinha uma menininha linda que me olhava constantemente.Ela devia ter a mesma idade que eu,talvez um ano mais nova.

Lembro perfeitamente do rosto dela.E posso dizer que até hoje foi a pessoa mais linda que já vi na face da terra.Ficamos nos olhando por horas e horas,pelo menos foi o que pareceu para mim.Óbvio que nenhum dos dois tomou a iniciativa de ir conversar com o outro.Éramos crianças,crianças,principalmente do sexo oposto,não fazem isso.Fiquei lá colado com a minha mãe,meio envergonhado e meio curioso.Torcendo para que o ônibus que ela fosse pegar fosse o mesmo que o meu.

Pois bem,não era o mesmo.O ônibus dela saiu antes que o meu e ela,puxada pela mãe mas olhando para trás me deu um sorriso e um tchau.

Nunca mais esqueci disso.E já fazem 28 anos.Podem me chamar de maluco,mas tenho certeza que ela é a minha alma gêmea.E olha que nem em alma gêmea eu acredito,mas alguma coisa inexplicável aconteceu ali.

Ana Carolina,foi o nome que dei para ela.Ana Carol.

19 comentários:

  1. Santo romantismo, Batman!

    Por onde andará Ana Carol?? Continua linda e radiante??

    Saiba que, enquanto ela continuar sendo a Ana Carol, de 7/8 anos, morando na tua cabeça, tudo isso vai ser perfeito. Então que continue assim.. nada melhor do que a perfeição dos nossos sonhos.

    Abraço, Chicuts!

    ResponderExcluir
  2. E quantos segundos vai levar pro primeiro engraçadinho assinar como "Ana Carolina" ???

    ResponderExcluir
  3. Nooossa de menino lobo a pequeno príncipe..to chocada.
    Menino lobo:Comeu a vovózinha a chapeuzinho vermelho,todas as princesas dos contos de fada,3 porquinhos e uma maça,num único passeio pela floresta,e depois tirou uma sonequinha q ninguém é de ferro.
    Pequeno principe:Viajou o mundo inteiro conheceu várias rosas,até concluir que uma era especial.
    Sim..eu acredito em almas gêmeas,ou não seria uma mulher.

    ResponderExcluir
  4. vc é um pedófilo doente (quase um padre), não acredito que vc ainda sonha com uma menininha de 7/8 anos! HAHAHAHHAHAH #Brinks

    ResponderExcluir
  5. Eu acho que é aquela velha história dos amores que foram são sempre menos bonitos do que os que poderiam ter sido...

    ResponderExcluir
  6. Já leu Lolita?? Começa assim em

    ResponderExcluir
  7. Nossa que coisa mais linda. Foi o chicuta mesmo que escreveu? heheheh. Você, sempre nos surpreendendo. Então, agora acredito que o mundo ainda tem solução.

    ResponderExcluir
  8. Você tinha razão, eu iria gostar do texto... eu e essa mania de romantismo e busca por algo que não exista...
    adorei e viva as Ana´s de nossas vidas =*

    ResponderExcluir
  9. hahahaha!! respondendo: eu não gostaria de ti se tu não fosse "tu mesmo" !! e que massa te inspirar, fico feliz ;)

    And... pelos poderes de grayskull: Ana Carol voltará a te encontrar.. talvez derrube um copo de cerveja no teu pé e vocês comecem a criar teorias quanto ao poder de união da Stella.. serão um lindo casal, só não garanto que isto aconteça nessa vida, ou nesse planeta, mas vai! :)

    ResponderExcluir
  10. Muito romântico, sabes que tenho uma história parecida, quer dizer é menos bonita, mas foi assim do género também acho que naquele diz perdi o amor da minha vida...

    ResponderExcluir
  11. Que coisa, hein, coisinha!?
    Adorei esse seu momento "sou normal"!

    ResponderExcluir
  12. Que historinha bonitinha!

    Mas boto fé que se alma gêmea existe mesmo, do jeito que a vida é sacana, é dessa forma que a gt encotnra mesmo... Bem rapidamente, de forma que nunca mais seja possível reencontrar! iauahuahua

    ResponderExcluir
  13. Ei, olha que vou mesmo, hein.. Chego bem hippie ai na tua cs, de mala e cuia para alguns dias. Vc me receberia mesmo.. =]

    ResponderExcluir
  14. Tive uma apaixonite gravíssima, aos 7, 8 anos por uma Ana Carolina... Sei bem como é.

    ResponderExcluir

Fala que eu te escuto.