segunda-feira, 29 de março de 2010

Eu realmente não me importo.

desligue-a-tv Me incomoda,me incomoda de verdade isso que as TV’s fazem de se concentrar todas em uma única tragédia.Claro,´importante você saber o que acontece a sua volta,na sua cidade,no mundo.Mas não me interessa nem um pouco ser bombardeado com imagens de gente sendo desenterrada de escombros causados pelos terremotos no Haiti e no Chile durante duas semanas inteiras.

Eu realmente não me ,importo se uma velhinha conseguiu sobreviver durante 12 dias sob 500 mil toneladas de ferro e tijolos.Isso é sensacionalismo barato.Feito para emocionar e não para informar.Eu quero informação quando estou vendo o Jornal Nacional e não emoção.Não me interessa chorar pela velhinha,eu não vou poder ajudá-la.

Agora a nova moda televisiva é (ou foi) o julgamento dos Nardoni.Eles são culpados?Provavelmente.São Monstros?São né,mataram uma criança indefesa.Mas e aí?Foram condenados,deu.Acabou a notícia.Agora a TV fica passando fotos e vídeos da menina morta o dia todo.Isso chega a ser desrespeitoso.

E vou falar.Não afetou a minha vida a menina ser morta,dezenas de crianças são mortas e por mais cruel que isso soe não afeta a minha vida.Não faz parte do meu mundo e não me interessa.A justiça tem que ser feita nesses casos,mas isso deve ser uma coisa comum (a justiça ser feita) e não algo extraordinário que ocupe o espaço da vida de tantas pessoas por tanto tempo.

Eu realmente não me importo se a menina era uma gracinha.É hipocrisia eu ficar feliz por que os assassinos foram condenados,porque isso não faz a mínima diferença na minha vida.Só interessa a quem esta diretamente ligado ao caso.É uma vitória deles e não minha.Me recuso a ficar emocionadinho na frente da TV e logo depois assistir a um comercial de Banco ou de cartão de crédito.É uma afronta a memória das pessoas mortas que a tragédia que se abateu sobre elas seja usada para vender refrigerante.

É tudo por dinheiro,não se enganem.A Rede Globo esta pouco se lixando para a Isabella,e eu também não.

Eu realmente não me importo.

14 comentários:

  1. E eles batem tanto na mesma tecla, que chega uma hora que nem quem se importa consegue continuar se importando. Porque é demais.

    Ou tem aqueles malucos que se importam tanto que passam a madrugada esperando o julgamento...

    ResponderExcluir
  2. Meu querido concordo com vc em partes , concordo quando voce diz que a tv não para de falar , foi assim com Senna , nossa cada vez que eu via o carro dele bater eu chorava.
    mas infelizmente precisamos desta divulgação, pois são tão raros os casos de justiça no nosso Brasil , veja o caso Pimenta da neves impune a 10 anos , veja quantos homens bêbados mataram no transito , etc
    Sabe meu anjo , tem uma frase e me emociona muito
    "O que me preocupa não é o grito dos maus. É o silêncio dos bons.... de Martin Luther King.
    Nossa desculpe me empolguei
    bjs
    Ps desculpa mesmo rsrs

    ResponderExcluir
  3. Este texto foi absolutamente fantástico...concordo em absolutamente todos os pontos abordados. Inclusive, tenho um texto no modo "standby" que tem a mesma abordagem...tantas e inúmeras ISABELLAS espalhadas pelo nosso país. Para você ver, no ano passado (aqui em minha cidade), uma criança (8-9 anos) foi estuprada, esquartejada e as partes de seu corpo jogadas em terrenos baldios... a família???? Pobre de marré, o assassino???. Bem, nunca mais ouvi falar nele...nem sei o fim daquela desgraça. Como você mesmo mencionou a "justiça ser feita" não deveria ser algo extraordinário, afinal, ela existe e foi criada com este intuito (ou não???). Mas em nosso país, ela parece servir de lucro para mídia e só!


    "A justiça tem que ser feita nesses casos,mas isso deve ser uma coisa comum (a justiça ser feita) e não algo extraordinário que ocupe o espaço da vida de tantas pessoas por tanto tempo."

    Abraço!

    p.s. Curioso como nossos pontos de vista são extremamente parecidos...vamo casar!?

    kkkkkkkkkkkkkkkkk

    Inté!

    Bjoca da galega!

    ResponderExcluir
  4. Ricardo, realmente não tiro uma vírgula se quer do que escrevestes!
    O que era para ser algo para nossa distração e informação tornou-se um circo de show de horrores-pseudo-sensacionalismo...
    E o mais interessante é que existem pessoas (seres não-pensantes) que acreditam nisso.
    Infelizmente a TV de hoje em dia é um mal que nunca vai se extinguir.
    Principalmente a REDE GLOBO que tem o dom de fazer uma lavagem na mente dos seus telespectadores...
    Quer saber? Continuo cuidando muito bem do meu calo em meu pulso direito...não que a INTERNET seja a fonte mais confiável, mas pelo menos não existe o tal do convencimento por repetição (vulgo "retórica")!
    Não só a REDE GLOBO, mas outros canais estão seguindo a mesma linha ou moda que seja...acho que a TV CULTURA não vai permanecer como está com seus programas educativos e bons documentários...
    Não temos muita opção para nos manter informados em se tratando da tv...

    LE MONDE DIPLOMATIQUE e a CARTA CAPITAL é o que me salva desses deturpadores da verdadeira notícia, sem sensacionalismo.

    Muito bom este post...dispensa-se comentários, né?
    Tu é ótimo...
    Me surpreendeu mais uma vez!!!!



    ...

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Concordo. Na verdade, só pensam em dinheiro e audiência, não aguento isso. Vão levando uma certa noticia, durante dias, isso enche o saco do telespectador.
    Abraços man (:

    ResponderExcluir
  7. puts, era ligar a tv para ver jornal, umas das poucas coisas boas que temos na tv aberta, e la está, o tal do julgamento! dias e dias na mesma ladainha...

    ResponderExcluir
  8. Que desabafo hein, amigo! Mas vc ta certo, realmente não nos afeta!

    Mas acho dificil mudar essa realidade hein...

    =/

    ResponderExcluir
  9. Mas é verdade. Morreu? Que bom, todo mundo vai um dia. Que porre!

    Agora tão enchendo o saco com aquele jornalista lá do Botafogo! Carai, deixa ele morrer em paz! Não me interessa as pessoas que foram no enterro, nem o RG e o DNA delas (só a senha do banco, claro).

    Bom, é isso. Yo estravasei Total.

    Beeeijo!

    ResponderExcluir
  10. Pois é, é que é algo tão raro " justiça sendo feita" que eles tem de repetir MILHÕES de vezes pra gente ter certeza mesmo.
    Por isso não leio jornal, não vejo jornal nem nada. O que é importante, uma hora ou outra vc acaba sabendo seja pela internet ou outro meio de comunicação sem tanto auê!

    Beijos
    =*

    ResponderExcluir
  11. Corajoso. E nem por isso cruel. Eu também me sinto assim. (parece frase de DR).

    Já fui acusada de %$$## por nao ter chorado com quem perdeu tudo na enchente. Ah, sim, aqui tamvbém tem enchente.

    Não derramei uma lágrima pela menina. Nem a mãe dela faz isso! Mas, claro que acho triste, sem tamanho. E, me perguntei o que a menina fez que os deixou com tanta raiva, claro que não justifica, mas eu queria saber.

    como tu, não sou marionete.

    mais, lá no cética.

    ResponderExcluir
  12. Aqui em PutzGraça faz diferença. Aumenta o nível de estresse. Ah! e ficamos pensando que TV é o circo do passado.

    ResponderExcluir
  13. Ok, a intenção do texto é impactar, mas achei um pouco forte, não chega a ser desrespeitodo, pois é a verdade, mas é forte dizer que não se importa, não acha? Realmente não me afeta diretamente (por enquanto) em nada, mas dizer que eu fui indiferente em fato seria mentira.
    A TV realmente faz sensacionalismo, até os mais intelectuais as vezes são fisgados por imagens com uma musiquinha de fundo, mas acho que vc mesmo respondeu o por que disso tudo.
    Acontece que não é uma coisa comum a justiça ser feita, deveria, mas não é.
    Fora a roubalheira e o mantra que a justiça só funciona para os ricos e influentes, existem tantas lacunas em nossa justiça penal que somente casos assim vão preenchendo esses buracos. Os casos do assassinato de Daniela Perez e do casal Von Richthofen são um exemplo disso.
    O casal Nardoni está sendo julgado por uma lei mais severa (longe de ser a ideal) que foi Guilherme de Pádua e Paula Tomaz. O próximo filho que matar o pai vai perder automaticamente o direito a herança. E por aí vai...

    ResponderExcluir

Fala que eu te escuto.