sábado, 27 de novembro de 2010

Naked Tae Kwon Do ou Eu sou Filhinho da mamãe II – O Império contra ataca



Kyra-Gracie-lutadora-de-jiu-jitsu Como já disse em outro post eu sou filhinho da mamãe.Não largo da barra da saia da minha mãe nem por uma noite de sexo tórrido com a Natalie Portman e a Sofia Vergara juntas. (mentira,por uma noite assim eu vendo os órgãos da minha mãe na feira).E nem tenho vergonha na cara de dizer isso.Até porque não à tenho (vergonha,cara eu tenho,muitas,todas de pau).

Morar com a minha mãe tem inúmeras vantagens e uma grande desvantagem.Minha mãe é pior que o Joselito.Não tem a mínima noção.Narrarei aqui um fato verdadeiro,real,verídico e digo ainda mais,esse fato realmente aconteceu.De verdade,na verda bródi.Senta que lá vem história:

A mais ou menos um ano atrás conheci uma menina e depois de uma noite de muitos shots de Bacardi Apple acabamos indo para a minha casa.Na empolgação do momento esquecemos que eu não moro sozinho e fizemos muito barulho.Algo do tipo filmes do Rocco Sifredi.

Para leitores que nunca tiveram o prazer de estar em minha casa bebendo Eisenbahn gelada e ouvindo música boa deixa eu explicar que meu quarto fica totalmente separado da casa.É praticamente uma casa independente se você não ligar para a geladeira só ter líquidos.

E não é que a minha mãezinha escutou os “arrulhos de amor” (Elaiaaaaaaaaaaa) e saiu da casa dela e foi até meu quarto bater na porta?

Ricardo,quem esta aí?Porque vocês estão brigando?”

Minha mãe deve ter quase 60 anos e é compreensível que ela já não se lembre mais de como são os ruídos de um sexo bem feito.Mas PORRA MÃE!!!!BRIGANDO???

Depois desse dia e de algumas reclamações da minha parte ela não desce mais aqui no meu quarto nem se eu estiver derrubando os pilares da casa na cabeçada.Eu por minha vez comecei a abrir a mão e gastar meu dinheiro nos motéis Criciumenses.Já tem motel aqui me oferecendo sociedade.

Obs.: Tenho que confessar que nem todos os arrulhos que ela ouviu foram de amor.Eu a a menina em questão também estávamos praticando o Naked Tae Kwon Do.Que é a mesma coisa que o esporte Tailandês normal.Só que pelados.

Recomendo.

Obs 2.: Eu perdi a luta.

10 comentários:

  1. Ok. Naked Tae Kwon Do é razão pra mãe perguntar da briga.

    Tem umas horas em que agradeço tanto por ter uma mãe que só é Joselita quando estamos só nós duas. Deve ser sinal de bom senso, né?

    ResponderExcluir
  2. Isso tem a maior cara de ser um daqueles momentos deveras constrangedor...

    ResponderExcluir
  3. "mentira,por uma noite assim eu vendo os órgãos da minha mãe na feira"

    Confesso que mesmo sendo um usuário de humor negro, fiquei um pouco pasmado com a acidez da ironia O.O

    PS: Sorry pelo preciosismo, mas sinto falta dos espacinhos após as vírgulas e pontos.
    BRINKS ;D

    ResponderExcluir
  4. Ai Chicuta, jura que isso aconteceu, de verdade, fato verídico etc?

    Agora vou explicar a gargalhada para o pessoal que me ouviu rindo. Lá na outra rua.

    ResponderExcluir
  5. Juro,pedi até autorização para a menina para publicar esse post.

    ResponderExcluir
  6. Há tempos não ria...

    ResponderExcluir
  7. hahaha
    Lendo isso lembrei de umas cenas bizarras que já aconteceram comigo. Putz! Como eu já aprontei...

    ResponderExcluir

Fala que eu te escuto.